O BRASIL DO BIZARRO E DO ABSURDO



O BRASIL DO BIZARRO E DO ABSURDO

            Como já é de praxe, os escândalos agora já diários deste que está governo, se torna a cada dia uma espécie de acontecimento, esperado ou inesperado, depende muito do ponto de vista e da pessoa que vê. Temos aqui entre nós mortais, aqueles que veem o crime acontecer ou prestes a acontecer e o escondem, ou o negam ou dão interpretação estapafúrdia a ele, ou simplesmente passam por ele como se nada acontecesse. (Caso da grande mídia) É assim que está o Brasil bolsonarista pseudocristão. Para aqueles que ainda tem a capacidade de se contrapor e que ainda preserva suas faculdades mentais dentro do padrão, histórico de Sócrates, Galileu Galilei, Epicuro, Kant, Baudelaire,  e tantos outros que utilizaram o pensamento para mudar o mundo e a maneira de se ver o mundo, ainda se assustam com esse mundo surreal que ocorre justamente aqui no continente Brasil. Era improvável pensarmos que esse surrealismo pudesse ocorrer de novo, mas aconteceu e estamos bem no meio dele. Acredite ou não, temos um cérebro que precisa mudar outros cérebros e isso não será uma tarefa muito fácil, visto que tem muitos deles que odeiam mudanças, principalmente àquelas que mudam para a realidade.

            Esta semana parece que batemos o recorde de bizarrices e atrocidades do governo. Se não batemos, chegamos bem perto. (Já perdi todas as contas de bizarrices e crimes) Das que me lembro, tivemos o caso Pandora Papers sobre empresas fantasmas do Min da economia Paulo Guedes e Roberto Campos Neto presidente do Banco Central, escandalosos depoimentos sobre os escabrosos experimentos em humanos da Prevent Sênior, Presidente da ANVISA admitindo que autorizou a liberação e prescrição de remédios comprovadamente ineficazes para o tratamento da Covid-19, Presidente vetando (PL 4.968/2019) que trata da distribuição gratuita de absorventes para mulheres carentes, Ministra Damares Alves declarando em apoio ao governo sobre o mesmo projeto com a proposta (Ou vacina ou Absorventes), relatos de que médicos do Exército foram obrigados a prescrever tratamento precoce, sob vigilância de oficiais que nem médicos eram, entre outras bizarrices, absurdos, mentiras e fake News que já é a rotina normalizada pelos seguidores,  grande parte das instituições, do judiciário e parte da mídia.

            Muitos de nós, os que ainda preservam a capacidade de raciocinar, olham atordoados os acontecimentos e perplexos, tentamos entender de alguma forma por que os absurdos desse governo puderam ganhar força em mentes tacanhas e de certa maneira doentias. Nossos dias são preenchidos com horrores, muitos deles vistos apenas no regime Nazista de Hitler e no Fascista de Mussolini. Quem diria que em pleno século XXI no Brasil, pudesse surgir uma imitação dessa maldição do passado que custaram a vida de milhões de pessoas. Para nós, de nada serviu a história e as mortes que esses regimes provocaram.

 Imagens Agencia Brasil



            Vivemos sem sombra de dúvida, um dos momentos mais tristes de nossa curta história. Povos originários sendo abandonados e dizimados, a miséria que está incorporada na vida de mais de 20 milhões de brasileiros, evasão escolar, ensino precário fruto de um governo que designou um Ministro que declara em alto e bom som que governos anteriores (Do PT) encheram o país de faculdades e que isso prejudica inclusive por terem formado muitos médicos sem necessidade alguma. (que absurdo). O mesmo ministro já havia declarado dias antes que:

 “Há crianças com deficiência, de impossível convivência”

“As Universidades deveriam ser para poucos”

            Tudo que falam choca e é exatamente esse o objetivo, chocar. Tudo em excesso tende a se achar logo que já é normal. Não consigo identificar nesse governo, uma personalidade capaz tecnicamente. Parece que foram escolhidos exatamente por nada saberem, treinados para propagar mentiras e chocar com declarações bizarras. Bem ao contrário das promessas de campanha, onde apregoava aos 4 ventos que seu ministério seria de notáveis do mais alto nível. Ledo engano.

            Urge que seja desmontado esse aparelho nefasto da destruição e que sejamos soldados aguerridos, prontos para resgatarmos a nossa democracia tão combalida e quase extinta, mas que ainda respira a nossa espera. Não somos afeitos ao bizarro nem ao que é atroz. Somos o que sempre nos projetou aqui e lá fora; um povo alegre, dado a cooperação aos nossos irmãos brasileiros, hospitaleiro e que só almeja a felicidade e harmonia nas famílias, no trabalho e em todos os lugares por onde andamos. Não precisamos de armas, comida boa, saúde e educação é o que queremos.

            A CPI termina e seu relatório deverá pedir o indiciamento do presidente e de mais de 30 colaboradores do governo ou seguidores, que por altos lucros, sacrificaram milhares de famílias que podiam hoje estarem com seus entes queridos salvos. Cometeram os mais terríveis atos de corrupção em plena pandemia. Aproveitaram-se dela para lucrar, em detrimento daqueles que acometidos da doença, precisavam de remédios e vacinas. Resta agora esperar que o Ministério Público e STF acatem e tomem as medidas cabíveis, para que todas essas atrocidades possam ser reparadas dentro do devido processo legal. Foram crimes de responsabilidades e humanitários que com certeza devem ser encaminhados ao tribunal criminal internacional para processo e julgamento.

O mundo acompanha atônito como nós o que nos ocorreu e como nós, também espera que mudemos.

Nunca mais a mentira deve ser marca de um governo;

Nunca mais sejamos cobaias de experimentos médicos.

Nunca mais sejamos vítimas da Justiça;

Nunca mais tenhamos nossos direitos tolhidos;

Nunca mais sejamos infelizes.

ARTEMIS ZAMIS

Categoria:Blog do Artemis